1) PROCESSO DE AVALIAÇÃO

A avaliação do manuscrito passa pelas seguintes etapas:

1ª) Quanto às normas, estrutura e documentos solicitados durante a submissão, disponível nas Diretrizes para Autores;

2ª) Quanto à relevância do tema para as Ciências Farmacêuticas;

3ª) Quanto à metodologia;

4ª) Quanto ao conteúdo;

Para a avaliação dos manuscritos, quanto ao conteúdo, a RACF contará, além do Conselho Editorial,  com a colaboração de pareceristas Ad Hoc de instituições de ensino e pesquisa nacionais e internacionais, à convite do Editor Chefe.

A RACF salienta que manuscritos originários de pesquisas envolvendo seres humanos (direto ou indiretamente) deverão apresentar, obrigatoriamente, parecer do Comité de Ética em Pesquisa (CEP), de acordo com procedimentos de sua instituição e de seu país.

O manuscrito só será aceito para publicação após avaliação do Conselho Editorial quanto às correções realizadas pelo autor, de acordo com as solicitações realizadas.

O conteúdo do manuscrito é de inteira responsabilidade do(s) autor(es).

 

2) CONDIÇÕES PARA SUBMISSÃO

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com os requisitos primários cos descritos a seguir, serão rejeitadas e devolvidas aos autores.

  1. Contribuição deve ser original e inédita e não estar em avaliação para publicação por outra revista;
  2. Todos os endereços de páginas na Internet (URLs), incluídas no texto (p. ex.: https://www.afepa.org.br) devem estar ativos e prontos para acesso ao clicar.
  3. Todos as categorias de artigos devem apresentar resumo estruturado contendo no máximo 250 palavras redigido, obrigatoriamente, redigido em versões em português e inglês, estruturado em: 1) introdução: 2) objetivos, 3) métodos, 4) resultados e discussão e 5) conclusões. Não devem conter citações bibliográficas. Não deve conter siglas e abreviações além das estritamente necessárias. O resumo deve ser apresentado na primeira página do trabalho. Ao final do resumo devem ser apontados de 3 a 5 palavras-chaves que servirão para indexação dos trabalhos e devem ser citados a partir dos Descritores em Ciências da Saúde (DeCS) da Biblioteca Virtual de Saúde, disponíveis em  http://decs.bvs.br/
  4. O manuscrito deve ser escrito em tamanho A4, com letra tipo Times New Roman, tamanho 12, com espaçamento 1,5 cm entre linhas em todo o texto, parágrafos justificados e iniciados em alinhamento de 1,0 cm, sem espaçamento antes ou depois dos parágrafos, margem de 2,5 cm em todas as bordas, empregando itálico ao invés de sublinhar (exceto em endereços URL). 
  5. Os arquivos para submissão devem em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF (desde que não ultrapassem os 1MB)
  6. Ilustrações correspondem a tabelas e figuras (quadro, fotos, gráficos, mapas etc.) devem ser citadas no texto e enumeradas sequencialmente. Devem ser encaminhados em arquivos separados do manuscrito, no formato JPEG ou PNG no tamanho máximo de 2MB, na quantidade referente de cada categoria de artigo descrito nas diretrizes para os autores.
  7. As referências bibliográficas devem ser numeradas consecutivamente na ordem em que forem mencionadas pela primeira vez no texto. Devem ser identificadas no texto por números arábicos sobrescritos entre parênteses, sem espaços da última palavra para o parênteses, sem a menção aos autores, exceto quando estritamente necessária à construção da frase. Deverão seguir as regras de estilo Vancouver.
  8. A identificação de autoria dos manuscritos deve ser removida do arquivo e da opção “Propriedades” do editor de texto, para garantir o critério de sigilo da revista, conforme instruções disponíveis.
  9. Todas as informações prestadas pelo autor dever ser condizentes com o manuscrito que será anexado. No caso de detecção de informações inverídicas o artigo será recusado em primeira análise.

 

3) DIRETRIZES PARA OS AUTORES

A Revista Amazônica de Ciências Farmacêuticas (RACF), disponível no site https://www.afepa.org.br/RACF, é um periódico especializado, direcionado à comunidade científica nacional e internacional, de acesso aberto, gratuito e semestral, destinado à divulgação da produção científica no campo das Ciências Farmacêuticas e áreas correlacionadas.

A RACF publica artigos originais, relatos de casos ou experiências, revisões integrativas, resumo de trabalho de conclusão de curso de graduação, dissertação ou tese e comunicações breves. A apresentação dos manuscritos deve obedecer à regra de formatação definida nessas normas, diferenciando-se pelo número de laudas, referências bibliográficas e ilustrações em cada uma das categorias.

Serão aceitos artigos originais relacionados aos seguintes temas: Alimentos; Análises Toxicológicas; Análises Clínicas e Laboratoriais; Avaliação Biológica e Farmacológica; Biofarmácia e Modelagem Cinética/Dinâmica; Biotecnologia; Educação em Saúde; Farmácia Clínica e Cuidado Farmacêutico; Gestão Farmacêutica do Cuidado em Saúde; Farmacognosia e Produtos Naturais; Farmacotécnica e Tecnologia Farmacêutica; Fisiopatogenia e Diagnóstico; Controle de Qualidade de Medicamentos; Química Ambiental; Química Farmacêutica e Medicinal; e áreas afins correlacionadas às Ciências Farmacêuticas.

Os artigos deverão ser enquadrados nas categorias e obedecer os seguintes critérios de edição:

a) Artigos Originais: trabalhos resultantes de pesquisa original, de natureza quantitativa ou qualitativa. Sua estrutura deve apresentar necessariamente os itens: Resumo, Introdução, Métodos, Resultados e Discussão e Conclusão. A hipótese de pesquisa, bem como os objetivos devem ser facilmente identificados no final da Introdução. Apresentação máxima do manuscrito é de 20 laudas, 30 referências bibliográficas e 06 ilustrações.

b) Relatos de Experiência: descrição de tecnologias em saúde desenvolvidas de forma a contribuir para o desenvolvimento do Sistema de Saúde. Deve incluir Introdução, metodologia, resultados e discussão (desenvolvimento) e Considerações Finais. Apresentação do manuscrito é de até 15 laudas,  25 referências bibliográficas e 04 ilustrações.

c) Relatos de caso: relato de caso de conteúdo inédito ou relevante, devendo estar amparada em referencial teórico que dê subsídios a sua análise. Deve incluir Introdução, relato e discussão do caso, e conclusões. Apresentação do manuscrito é de até 10 laudas e 20 referências bibliográficas e 03 ilustrações.

d) Revisão Integrativa: assuntos de relevância para o escopo da RACF. Apresentação do manuscrito é de até 10 laudas, 20 referências bibliográficas e 03 ilustrações.

e) Comunicações breves: apresentação de notas prévias de pesquisa inédito ou relevante. Apresentação do manuscrito é de até 05 laudas e 15 referências bibliográficas e 02 ilustrações.

f) Resumo de trabalho de conclusão de curso de graduação, monografia, dissertação ou tese: assuntos de relevância para o escopo da RACF redigido em 02 laudas, contendo no máximo 05 referências bibliográficas, sem ilustrações.

A análise dos artigos será iniciada no ato de seu recebimento, pelo Conselho Editorial, quando da observância do atendimento dos requisitos primários das normas editoriais, originalidade e relevância científica. O artigo rejeitado nesta fase preliminar poderá ser reapresentado, como uma nova submissão, com as correções necessárias.

O artigo que cumprir os requisitos primários, será encaminhado a membros do Conselho Editorial e/ou consultores Ad Hoc que realizarão a análise técnica, podendo ser rejeitado ou aprovado para publicação com ou sem alterações. Caso haja sugestões para alterações/complementações para a publicação, cabe ao Conselho Editorial o acompanhamento das alterações. 

A apreciação do conteúdo dos manuscritos será feita pelos membros do Conselho Editorial e por consultores Ad Hoc, sendo mantido sigilo quanto à identidade dos mesmos e dos autores.

Os trabalhos deverão ser submetidos exclusivamente no site www.afepa.org.br/RACF com o preenchimento do formulário próprio disponível no site da revista.

4) SUBMISSÃO DO ARTIGO

A identificação dos autores deve ser feita somente no formulário de inscrição durante a submissão do artigo no site da revista. Devem ser apresentadas as seguintes informações: 1) Título do artigo; 2) categoria do artigo; 2) nome completo do(s) autor(es), 4) graduação universitária (graduado ou estudante de graduação) e/ou  profissão do(s) autor(es) (nível superior ou técnico); 5) titulação acadêmica do(s) autor(es), quando houver (especialista, mestre ou doutor), 4) local de trabalho e/ou a instituição de ensino (quando se tratar de estudante de graduação ou pós-graduação); 5) e-mail do(s) autor(es), indicando qual o autor responsável pela correspondência. Serão aceitos no máximo oito autores. A necessidade de maior número de autores deverá ser plenamente justificada na carta ao editor enviada ao Editor Chefe que deliberará sobre o pedido.

Durante a submissão o autor deverá encaminhar os arquivos identificados da seguinte maneira:

a) Manuscrito: o arquivo deverá ser nomeado com as quatro primeiras palavras do título do artigo acrescida da categoria, separada por hífen:

Ex.: Identificação de Salmonella em – artigo original.doc

Caracterização de genes candidatos – resumo de tese.doc

Acompanhamento farmacoterapêutico de pacientes – relato de caso.doc

Deve-se respeitar o número máximo de laudas, referências bibliográficas e ilustrações de acordo com a categoria do artigo. O manuscrito não pode ter indicação da autoria, instituição de origem dos autores e qualquer outra informação que possa identificar a autoria do mesmo. Essas informações constarão no cadastro inicial realizado no site da revista por ocasião da submissão.

b) Ilustrações: correspondem a tabelas e figuras (quadros, fotos, gráficos, mapas etc.) que devem ser anexadas de acordo com a quantidade adequada para cada categoria. As dimensões máximas para cada ilustração é de uma folha A4, seguindo o tamanho de arquivo indicado nas condições para submissão. As ilustrações devem apresentar título que deve estar posicionados acima da ilustração.  As legendas, quando necessárias, devem ser posicionadas abaixo da ilustração. Os títulos e legendas devem estar centralizados e sem recuo, tamanho 9, fonte Times New Roman.

As ilustrações devem estar citadas no texto e distribuídas de acordo com a necessidade do conteúdo, sendo citadas a autoria nas legendas. As ilustrações sem indicação de autoria serão consideradas como de autoria própria do(s) autor(es), de acordo com a declaração de copyright.

Apêndices e anexos não comporão o corpo do manuscrito e serão aceitos somente quando extremamente necessários desde que constem em repositórios oficiais ou páginas da internet de autoria do autor, devidamente informadas no corpo do manuscrito com o link ativo. O Conselho Editorial reserva-se no direito de excluir as referências a apêndices e anexos que não forem essenciais para o artigo.

c) Carta ao Editor:  informando os objetivos dos autores, bem como a contribuição científica que o manuscrito trará se for publicado. O arquivo deve nomeado com as  quatro primeiras palavras do título do artigo seguido por “carta ao editor”, separado por hífen.

Ex.: Identificação de Salmonella em – carta ao editor.doc

Caracterização genética de genes – carta ao editor.doc

Acompanhamento farmacoterapêutico de pacientes – carta ao editor.doc

d) Parecer Consubstanciado do CEP para as pesquisas que envolvem seres humanos: no corpo do trabalho, quando aplicável, explicitar o atendimento das regras da Resolução CNS 466/12, indicando número de aprovação emitido por Comitê de Ética, devidamente reconhecido pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP) do Conselho Nacional de Saúde (CNS). A cópia do parecer do CEP deve ser anexado no formato PDF, JPEG ou PNG.

e) Termo de responsabilidade de autoria e acordo de transferência do copyright: indica a categoria do artigo, segundo as definições explicitadas nestas normas, responsabilizando os autores quanto a existência de plágio e autorizando a RACF sua publicação. Este documento deve estar assinado por todos os autores em formato PDF, JPEG ou PNG. Ver modelo disponível no site da revista. Os direitos autorais da versão final do artigo são de propriedade da RACF.

f) Declaração de ausência de conflitos de interesse: Conflitos de interesses podem surgir quando autores, revisores ou editores possuem interesses que, aparentes ou não, podem influenciar a elaboração ou avaliação de manuscritos. O conflito de interesses pode ser de natureza pessoal, comercial, política, acadêmica ou financeira. Este documento deve estar assinado por todos os autores em formato PDF, JPEG ou PNG. Ver modelo disponível no site da revista.

5) PERIODICIDADE

A RACF é uma publicação em fluxo contínuo com dois volumes anuais. Edições suplementares poderão ser publicadas em qualquer período, para atender demandas especificas (p.ex. anais de congressos, edições comemorativas etc.).

Os artigos podem ser submetidos em qualquer data, cabendo ao Editor  Chefe estabelecer a data de publicação dos volumes.

6) POLÍTICA DE ACESSO LIVRE

A RACF oferecerá acesso livre e gratuito imediato ao seu conteúdo, disponível para download no formato PDF.

7) POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Os nomes e endereços informados na RACF serão utilizados, exclusivamente, para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou à terceiros.

DOWNLOADS